livros ReadList Resenhas

A Espada de Vidro, Victoria Aveyard

21 de março de 2016

Depois da destruição que foi ler: A Rainha Vermelha. Consegui finalmente encarar o segundo volume da série e só posso afirmar o quanto estou desorientada e revoltada. Como sempre um final inesperado, que me deixou sem fôlego!!

Sinopse:

Se há uma coisa que Mare Barrow sabe é que ela é diferente. O sangue de Mare Barrow é vermelho — a cor da gente comum— mas suas habilidades Prateadas, o poder de controlar relâmpagos, tornaram-na uma arma que a corte real tenta controlar. A coroa aponta ela como algo impossível, uma falsificação, mas enquanto ela escapa de Maven, o príncipe — o amigo — que a traiu, Mare descobre algo surpreendente: Ela não é a única diferente. Procurada por Maven, agora um vingativo rei, Mare começa uma busca para encontrar e encontrar outros Vermelhos Prateados que se unam a luta contra seus opressores. Mas Mare encontra a si mesma em uma jornada mortal, com o risco de se tornar exatamente o tipo de monstro que ela tenta destruir. Ela vai quebrar com o peso das vidas que a rebelião custará? Ou a deslealdade e traição endureceram ela para sempre?

espada de vidro banner

O Que Eu Achei…

O livro começa exatamente onde acaba o anterior! Mare e Cal estão apreensivos e a procura de absorver as últimas… “novidades”. Enquanto Mare Barrow procura o seu lugar em toda essa loucura, Cal está com sede de vingança. Juntos, vão em busca dos sangue novos, no caso os iguais a Mare, que estão escondidos. O que ela não contava era que Maven tivesse conhecimento sobre a mesma listas dos sangue novos que ela, e ele fará de tudo para evitar que Mare os encontre antes dele. O novo rei mostra as caras, desmascarando aquele que um dia Mare tanto acreditou.

Sobre os sangue novos: A cada dia que passa, Mare precisa resgatar e fazer com que cada um deles permaneçam vivos e se aliem a ela para derrubar o rei que além de não servir para nada, não merece estar onde está.  Como os sangue novos não são uma ameaça para o reino, eles vão em busca de fazer a diferença e controlar seus poderes.

Nesse livro conheci uma Mare que teve que tomar decisões difíceis e que não afetou apenas a sua vida, porém a de todos ao seu redor. Agora ela não acredita em pessoas novas e muito menos naquelas que ela viveu a vida toda junto. E isso foi de partir o coração. Imagina só você não sentir que pode confiar em ninguém?? Isso de fato é muito desgastante.

O Cal dessa sequência está ainda mais apaixonante! Porém como ele não fala realmente sobre tudo que aconteceu no passado, deixa uma margem de preocupação para o leitor, que fica sem saber o que esperar do personagem!

A Guarda Escarlate poderia ter sido melhor. Achei essa parte do livro FRACA! Quando tinha tudo para arrasar e muito!

O livro chegou com mil e um personagens novos e antigos fazendo o roteiro valer mesmo a pena! É um livro questionador! Você precisa escolher do lado de quem quer ficar e tentar permanecer nesse lado até o fim. Sobre o romance, quase não existiu. O que me deixou irritadíssima! Porque estava esperando que o Cal e a Mare se entendessem pelo menos, já que a história estava uma bagunça só. Já disse o que me irritou, agora o que me detonou no livro foi ver os sangues vermelhos e prateados que foram derramados pela sede de um futuro melhor.

QUOTE do Livro!

“Se sou uma espada, sou uma espada de vidro, e já me sinto prestes a estilhaçar.”

a espada

Alguém mais ansioso pelo próximo?

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply