Browsing Tag

emma

ETC Indicações Listas

11 filmes que todo fã de Jane Austen precisa ver

26 de dezembro de 2017

Eu amo indicar o mundo da Jan Austen, prova disso são os inúmeros posts que tem aqui sobre ela! Clique aqui se quiser ver algum. Geralmente existem dois tipos de pessoas no mundo: as que amam Jane Austen e as que não a conhecem. O triste da história de Austen é que a mesma só obteve fama após a sua morte. Ela tá na minha lista das autoras que mais me inspiraram. Confira abaixo 11 filmes inspirados nas obras de Jane Austen, que separei para você maratonar!
Continue Reading

Indicações

Do livro ao filme

31 de agosto de 2017

O que um romance de 1984 faz em Beverly hills? O que diabos tem a ver Emma com Cher? E por que amamos tanto essas personagens cheias de opinião? Nessa semana vi na TV umas mil vezes o filme: As Patricinhas de Beverly Hills e resolvi falar um pouco dele por aqui para quem ainda não viu e pra quem já viu ficar com vontade de rever!

Enquanto Emma segue os moldes de um filme de época bem tradicional feito para agradar geralmente o público feminino, As Patricinhas de Beverly Hills foi moldado à imagem e perfeição para ter cheirinho de sucesso entre os jovens do mundo todo. Para inicio de conversa a protagonista, conhecida como Alicia Silverstone, chegava no seu auge apos algumas participações em clips da banda aerosmith e também em filmes comuns. Alicia viveu a jovem, órfã e rica Cher, assim como Emma ela também não tem mãe, vive com o pai, gosta de criar relacionamentos entre as pessoas que estão ao seu redor e tem à sua volta alguém que quer que ela perceba o que as convenções que ela abraça com tanto gosto tem algo de fútil e prejudicial para a formação de seu caráter.

Continue Reading

Dica do Dia

Dica do dia

26 de Maio de 2015

Acabei de ler um livro que me fez rir, e que me deixou abalada por diversos motivos… Então decidi indicar como dica do dia!! Vamos lá, segurem a minha mão e venham conhecer um pouco sobre…

Desaparecida

Por Catherine Mckenzie

Sinopse..

 Emma Tupper não existe mais. E por que não, então, inventar uma nova Emma Tupper? “Só poeira. É como se eu tivesse sido apagada. Transformada em cinzas.” Quem nunca sonhou em recomeçar a própria vida do zero? A jovem advogada Emma Tupper se vê diante dessa oportunidade quando volta para casa, após passar seis meses desaparecida na África.

Surpresa, percebe que todos acreditam que ela estava… morta. Emma descobre que sua antiga vida foi apagada. O apartamento onde vivia acaba de ser alugado para um novo inquilino, o misterioso fotógrafo Dominic. No escritório de advocacia, no qual construía uma carreira brilhante com chances de concorrer ao cargo de sócia, sua rival Sophie se apossou não só de seus clientes e de sua sala, mas também de seu namorado, Craig.

Resenha..

Bom, agora vamos ao que realmente interessa. Eu indico a leitura? SIMMM!! Não é só pelo fato de ser uma chata insatisfeita que não deixarei vocês tirarem suas próprias conclusões. O livro já começa com o drama que foi para Emma perder a mãe. Até aí, ok. Quem já perdeu alguém, ou se sensibiliza com essas perdas sabe que é uma barra pesada para carregar. Como herança e último pedido da mãe ela vai pra África. Sozinha. Pois a mãe a fez prometer que ela iria.

Eu comecei pensando que seria uma daquelas viagens que a personagem se perde para se encontrar, e com toda aquela nuvem filosófica pairando no ar, me decepcionei da forma mais bagunçada que já existiu.

O livro é descrito com idas e voltas no tempo, no estilo lembranças. Emma vai pra África. Era para ser apenas por um mês e acaba ficando por BEM mais tempo que era esperado. Por diversas razões ficou incomunicável. E ter ficado doente juntando com um terremoto que abalou as estruturas da África somente prolongaram a sua estadia por lá.

Quando finalmente ela consegue voltar para casa percebe que algo está diferente, estranho, e fora do comum. Tenta se comunicar com a melhor amiga Steph e com o namorado Craig, e não consegue. E quando chega em casa dá de cara com um cara mega maravilhoso morando em seu apartamento. Logo mais, ambos descobrem que todos pensavam que ela estava na verdade morta.

Oh, Dominic.

Ok ok, sem suspiros.

Emma tem algumas coisas para colocar em ordem na sua vida.

1) Contar para todo mundo: “Hey, eu estou viva pessoal!”

2) Conseguir seu emprego de novo.

3) Encontrar o namorado e a melhor amiga.

4) Arrumar um apê novo pra sair do pé do Dominic…

O romance dela com Craig acaba por ele estar saindo com a inimiga dela, o que eu acho bem no sense BTW.

tumblr_mp8fhda5yS1qbvmjjo1_500

E sua melhor amiga Steph vai procurar por ela na África, e elas se desencontram. Mas no fim tudo dá certo, e só para comentar: EU AMEI A STEPH <3

giphy

tumblr_mlpvi5uNid1rly6z2o1_500

Por falar em Craig e Stephanie, que são os mais presentes na vida de Emma antes da viagem, não posso ocultar de forma alguma que a autora criou personagens secundário maravilhosos!!! Eu leria um livro falando apenas da Brigada das Iniciais <3 Que galerinha maravilhosa haha. I.William Stone, J. Perry Irving, K.R. Monty são puro alto astral. A linda da Jenny, secretária mais fofa ever! O Matt chefão e mesmo sendo durão dava pra sentir que ele era um cara MEGA gentil. Sunshine, me assustava um pouco… Mas mesmo assim achei o máximo a personagem, pena que ela não conseguiu juntar Emma com o Pai. Ahh, e a Karen e Pedro, casal fofo e engajado no bem social. A Tara merecia um livro só dela também, essa deve ter mil e uma histórias.

Mas continuando, Emma já tem em mãos o que precisa para retomar a sua vida, e se engana pensando que tudo vai ser fácil, mas adorei a forma como ela dava a volta por cima e passava as dificuldades. O livro não fala apenas de trabalho, e perdas ou desilusões…

E é assim que do nada Emma e Dominic se apaixonam. Eu gostei MUITO do casal. Mas achava inútil todas as brigas que eles tinham. Geralmente os casais de livro não brigam por motivos nada a ver. Senti falta de sentimento de verdade nessa área. Mas no fim, ficou claro que eles mereciam um ao outro. Até porque eu já estava me sentindo o Frajola perseguindo o piu piu, pois nunca chegavam em lugar algum.

Foi exatamente assim que imaginei hahahha

Foi exatamente assim que imaginei hahahha

Eu achei o livro corrido, mas muito divertido. Muitas perguntas não são respondidas com o fim do livro, e isso me deixou com uma pulga atrás da orelha na hora de classificar a leitura. Mas dou 4 estrelinhas que brilham, mudam de cor e ainda dançam shake it off, haha.

Ps: Ninguém merece essa capa BR hein.

O que você faria com um Dominic desse na sua vida?