Browsing Tag

young adult

Resenhas

Geekerella, Ashley Poston

7 de agosto de 2017

Chocada estou com essa leitura fofa ao quadrado! Já esperava por isso é claro, por ser inspirado na historia da Cinderela, creio que ainda não esgotei minha cota de leitura sobre esse universo haha! Apesar de ter amado o enredo, foi como ser jogada na leitura de Cinder e Ella por Kelly Oram, não consegui ver diferença entre as histórias, SÉRIO!!! Mas mesmo assim o livro é menos triste e tem características bem únicas! O livro representa TUDO que é ser uma fangirl e participar de um fandom, acho que a autora colocou mesmo corpo e alma nesse trabalho! Assim que eu comecei a ler, não dava mais para parar. Além desse retelling de Cinderela tivemos muitaaaas referências a Harry Potter, Doctor Who, Star Wars etc foi muito divertido!

Continue Reading

Resenhas

Agora e Para Sempre, Lara Jean

12 de julho de 2017

Só posso começar essa resenha afirmando que mal acabei a leitura e já sinto saudades infinitas de acompanhar a vida da Lara Jean! Imagina como a vida dessa personagem vai ser surreal daqui pra frente???? SEM CONTAR QUE É HISTÓRIA DE AMOR MAIS FOFA DE TODOS OS TEMPOS! Vem comigo nessa resenha que é só amor:

Continue Reading

Resenhas

Crooked Kingdom (Six Of Crows #2) – Leigh Bardugo

15 de Maio de 2017

Six of Crows teve um final maluco que nos deixou mais que ansiosos para a leitura da continuação! SOCORRO e que continuação! Precisei ler o livro bem devagar para assimilar cada fragmento dessa história maravilhosa!! Leigh conseguiu ser ainda mais surpreendente em Crooked kingdom. Essa leitura foi tudo e mais um pouco! Acompanhe agora a resenha.

Continue Reading

Resenhas

A Traidora do Trono [A Rebelde do Deserto #2] – Alwyn Hamilton

12 de Abril de 2017

A resenha de hoje fica com um livro que esperei muito pra ler!

No livro anterior: “A Rebelde do Deserto“, acompanhamos Amani & Jin, se conhecendo e deixando o deserto de Miraji para trás. E lado a lado com a protagonista descobrimos que Jin não é um simples forasteiro e sim um dos príncipes que foram exilados do palácio! Jin apoia seu irmão mais conhecido como: o Príncipe Rebelde, que luta para tirar o Sultão(Big Daddy) do poder.  E além de conhecer e passar a apoiar os rebeldes, Amani faz uma grande descoberta sobre si mesma: ela é um demdji!!!!!!!!!! Filha de um djinni**com uma mortal, o que significa que como os que apoiam o Príncipe Rebelde, Ahmed, ela também tinha um dom.
**Djinni – ser primordial do deserto, naturalmente hábeis com manipulações e ilusão, e seus filhos herdam algo de seus poderes que vem dos ventos e do calor do deserto.

Continue Reading

Resenhas

A Rebelde do Deserto – Alwyn Hamilton

12 de Abril de 2017

Hoje trouxe Alwyn Hamilton para apresentar a vocês! Desde o ano passado estou surtando com essa série de livros que ela criou! Imagina só: Um mundo completamente diferente e uma história cheia de detalhes, que te deixa maluca em alguns momentos pois realmente te deixa BEM perdida.

Ela narra muito sobre a cultura e lendas míticas do oriente… Antigamente estes mitos eram reais, mas foram se extinguindo, então é muita coisa para absorver. Cada revelação do livro te deixa ainda mais chocada. O final ainda deixa aquele gostinho de quero mais, claro.

Continue Reading

Resenhas

Resenha de Outubro…

2 de outubro de 2015

Olá pessoas! O livro que escolhi para comemorar o meu mês é MUITO especial pelo simples motivo de eu amar um livro que fala da típica high school com as líderes de torcoda, os nerds, as patricinhas, os caras do time da escola, toda aquela rivalidade cheia de status. Whatever, eu adoro esse tema e ainda mais quando jogam em minhas mãos um nerd SUPER FOFO E LINDO, Vamos lá conhecer o livro de Mariana Mello Sgambato

Apaixonada pelo Garoto Nerd

10968470_383636908483705_5296127184499923761_n

Título: Apaixonada Pelo Garoto Nerd
Autor: Mariana Mello Sgambato
Editora: Independente
Número de Páginas: 220
Ano de Lançamento: 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continue Reading

Dica do Dia

Dica do dia

27 de Maio de 2015

Hoje foi de certeza um dia muito difícil para vencer… O que me ajudou de certeza foi esse livro, ele não me decepcionou do inicio ao fim. Na verdade se mostrou muito do que eu imaginava que seria. Me surpreendeu, me fez ver a vida de uma outra forma e isso mexeu não só comigo mas, com o meu dia inteiro. Uau, que livro.

A Playlist da minha vida

Por Leila Sales

Sinope:

Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante.Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades.As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana.A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.

Resenha:

Vou começar falando que assim como Elisa eu faço playlist para tudo nessa vida. Não que eu queira ser DJ, mas a música é uma companhia tão boa que decidi tornar indispensável em cada momento do meu dia. É playlist para tomar banho, para correr, para comer, para acordar, para dormir, para amar.. Enfim! A música sempre é o que movimenta o livro, e eu ADOREI as bandas que o livro acabou mencionando…  <3

Quando comecei a ler pensei que seria um tédio ver que a menina que queria se matar, não se matou por que se apaixonou. Achei isso chatíssimo… Maaaas, não foi bem assim. A nossa autora usou muito as polêmicas como bullying, anorexia, primeiro romance, o dia a dia dos jovens, as baladas underground.

A Elisa desde sempre foi uma menina normal, só que as pessoas não conseguiam enxergar isso. O que fazia da vida dela um tanto trágica e complicada demais.. Além de se preocupar com crescer, ela tinha que lidar com o peso nas costas de toda a carga que é não ser aceita como alguém legal e descolado suficiente.

Eu realmente tomei muitas dores de Elisa conforme ia lendo, me conectei muito com a personagem… E então, sem estar procurando Elisa encontra uma forma de se libertar… E eu achei MUITO encantador. Em uma de suas corridas para aliviar a mente, Elisa conhece Vicky, Pepa, Char e Mel. Personagens que eu admirei muito! Eu comprava na boa um livro só com histórias do Mel hahaha. LEIAM POR FAVOR!

Melhor quote que vou levar pra vida:

“Eu queria acreditar que existe algum lugar no mundo onde as pessoas são mais maduras que no ensino médio, só que ainda não encontrei.”

BOOKTRAILER:

Qual nome você daria para a playlist da sua vida?
Dica do Dia

Dica do dia

9 de Março de 2015

E a famosa segunda da preguiça chegou! Para tentar animar sua segunda vou falar de um livro escrito por autor delicinha que escreve cada história linda… Já até falei dele por aqui, isso meeeesmo João Verde mais uma vez!! Senhoras e Senhores com vocês mais uma obra de John Green:

O TEOREMA DE KATHERINE

teorema

SINOPSE

Se o assunto é relacionamento, o tipo de garota de Colin Singleton tem nome: Katherine. E, em se tratando de Colin e Katherines, o desfecho é sempre o mesmo: ele leva o fora. Já aconteceu muito. Dezenove vezes, para ser exato.

Após o mais recente e traumático pé na bunda, o Colin que só namora Katherines resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-garoto prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.

O QUE EU ACHEI

O livro me impressionou, li muito sobre ele antes da leitura, por sinal muitos haters adoram dizer que o John Green cria diálogos adolescentes impossíveis, pelo fato do jovem ser tapado talvez, julgamentos… julgamentos. Eu acho o máximo as conversas com aquele “ar” de conteúdo, o romance fica ainda mais esperado que o normal rs.

Gosto de ver como a cabeça dos meninos pensa, o livro é narrado por Colin… Um menino prodígio que adora anagramas, e namorou 19 KATHERINES. Isso mesmo, o cara namorou 19 meninas em sua vida e todas com o mesmo nome. Bem interessante huh??

Depois de tantos altos e baixos e um fora. Colin e seu melhor amigo Hassan partem numa viagem, onde acabam no Tennessee. onde conhecem uma menina chamada Lindsay, e então tudo muda na vida deles.

Na viagem, Colin decide provar que Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines consegue prever como o relacionamento vai acabar, simplesmente com matemática. haha. Adorei os fatos aleatórios que continha nas páginas, os personagens foram bem apresentados e eu relaxei mais quando Colin deixou a teoria de lado e foi viver um pouco.

Ei, galerinha que detesta matemática, somos muitos!!!! Incluindo o João Verde e eu, o autor contratou alguém para ajudar com todo os cálculos e gráficos do livro haha, Acho muito incrível o fato de um autor abusar de tanta pesquisa para trabalhar na história de um livro. Recomendo todos os trabalhos dele!

MELHOR QUOTE

“Eu serei esquecido, mas as histórias ficarão. Então, nós todos somos importantes – talvez menos do que muito, mas sempre mais do que nada.”

 

Fiquem por dentro das minhas DICAS SEMANAIS <3

Dica do Dia

Dica do Dia

5 de Março de 2015

O que temos para hoje??

ELEANOR & PARK

71LkLmxqgjL

SINOPSE

Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

O QUE EU ACHEI

Antes de começar acho que você tem o direito de saber que vem por aí uma sequencia confirmada pela autora, YAAAY!! Enfim, o livro foi tão incrível que chorei, ri e amei logo de cara. Consegui me conectar com a personagem principal a ponto de largar o livro só quando realmente tivesse acabado, eu geralmente sou a maior estraga prazeres, leio muito rápido. Finalizei a leitura em uma manhã inteira dedicada a conhecer Eleanor e Park.

A história se passa em 1986, o que torna tudo tão mágico pelo jeito que falam das bandas tipo The Beatles, The Smiths e etc. Mas o que me flagrei pensando por dias após a leitura foi no preconceito. Há três décadas atrás de certeza era pior. E Eleanor precisava enfrentar todo o preconceito que sofria. Tanto na escola quanto em casa.

Park é um jovem asiático meio geek por amar ler quadrinhos, que de fato é o que acaba aproximando o casal. Eleanor não é o que chamamos de uma menina comum, ela é gorda, com cabelos rebeldes e mega cacheados ruivos e um estilo nada convencional de se vestir.

E então lemos a primeira ida no ônibus escolar. O que não se trata de amor a primeira vista. Park a olhou e de cara não gostou do que viu. Então faz o possível para ficar longe. Semanas se passam no livro em que os protagonistas não se falam de jeito nenhum, Inclusive Park começa a ter uns pensamentos bem maldosos sobre Eleanor. O romance demora um pouco para aparecer, mas quando aparece aquece o coração do leitor em cada conversa.

A leitura é do tipo que eu acho que cada livro tinha que ser: Alternada. Em um capítulo a visão de Eleanor e no outro a de Park. Gosto muito porque consigo enxergar o relacionamento realmente acontecendo para os dois. Eu confesso que ainda o livro sendo tudo que eu queria ler, parte de mim precisava de um final diferente… Mais completo… Mas ainda sim eu recomendo a leitura.

MELHOR QUOTE

“Porque não importa pra mim, Park. Se você gostar de mim, eu juro por Deus, nada mais importa.”

“Eleanor, quantas vezes tenho que te dizer que não gosto de você?”

E então, já conheceu a história envolvente de Eleanor e Park??

Salvar

Dica do Dia

Dica do Dia

27 de Fevereiro de 2015

Hoje minha dica do dia é linda!! Vou apresentar uma das minhas autoras mais lindezas com um livro seu que eu acho uma delícia para devorar rs.

Lola e o Garoto da Casa ao Lado

 

A AUTORA

 

Stephanie Perkins é uma romancista nata norte americana, escritora de romances para adolescentes. Sempre trabalhou com livros: primeiro como vendedora, após como bibliotecária, até finalmente publicar os livros que renderam muitos suspiros e alegrou muita moça pelo mundo. É a autora de “Anna e o Beijo Francês” e “Lola e o Garoto da Casa ao Lado“. O próximo da lista a parar nas minhas dicas vai ser “Isla e o Felizes Para Sempre” que ainda não li, mas já tá na minha listinha TO READ.

SINOPSE

 

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor.
Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

O QUE EU ACHEI

Vou iniciar a resenha falando do meu amor pela escrita da Perkins, leve e divertida… Impossível não se apaixonar perdidamente pelos personagens e pelas descrições no livro. Desde “Ana e o beijo francês” percebi que a autora ainda iria me fazer suspirar muito rs. Sempre que eu leio um livro muito bom fico com medo de escrever sobre ele, e não conseguir descrever toda emoção que senti rs.

Lola é uma jovem de 17 anos que é diferente da maioria das meninas, com suas perucas coloridas e roupas que ditam sua própria moda criando uma personalidade forte! Namora um cara chamado Max, roqueiro e mais velho, uhhh 22 anos e de certeza não aprovado pelos pais homossexuais que ganharam meu coração haha. Andy e Nathan são incríveis!! (Caso você esteja se perguntando sobre a mãe, é uma história bem confusa e longa..)

Na primeira página do livro já conhecemos os 3 desejos de Lola:

1. Participar do baile de inverno vestida de Maria Antonieta.

2. Que os seus pais aprovem o seu namorado.

3. Nunca voltar a ver os gêmeos Bell.

Você se pergunta “MDS, mas qual motivo de tanta raiva???” E acaba descobrindo toda uma história antiga e mal resolvida de amor jovem ‘interrompido’. Lola e Cricket Bell tinha um mini romance que foi abruptamente interrompido pela sua irmã ciumenta que se tornou uma patinadora famosa e arrastou sua família com ela para as competições. Depois de saber desse rolo o leitor entende toda raiva da Lola.

E então nosso querido Cricket volta com um milhão de sentimentos que surgem de forma inesperada. Mesmo estando com Max, Lola não para de pensar em Cricket, e parece que o sentimento é recíproco. Um super spoiler agora são personagens PLUS que aparecem para nos fazer surtaaaar! ANA E ST.CLAIR <3 Que amor foi colocar esse casal no livro!! Agora só aguardar a leitura do livro Isla e o felizes para sempre.

Melhores QUOTES do livro

– Sei que você não é perfeita, mas são as imperfeições de uma pessoa que a tornam perfeita para alguém.
–Até onde consigo lembrar, eu costumava conversar com a Lua. Pedia orientação. Existe algo profundamente espiritual em seu brilho pálido, sua superfície povoada de crateras, sua fase crescente e sua fase minguante. Ela usa um vestido novo a cada noite, ainda que seja sempre ela mesma.
E ela sempre está lá.
–Então você acredita em segunda chance? –Mordo o lábio.
–Segunda, terceira, quarta. O que for preciso. Por mais tempo que leve. Se for a pessoa certa –Ele acrescenta.
–Se a pessoa for… a Lola?
Desta vez, ele retém meu olhar.
–Só se a outra pessoa for o Cricket.
– (…) talvez algumas pessoas pensem que vestir um figurino signifique que você está tentando esconder sua verdadeira identidade, mas eu penso que um figurino é mais verdadeiro que uma roupa normal jamais poderia ser. Ele realmente diz algo sobre a pessoa que o veste. Eu conhecia aquela Lola, pois ela expressava suas vontades, desejos, sonhos para toda a cidade ver. Para eu ver.
Já leu algum livro dessa autora maravilhosa? Não fica fora dessa!!!